Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região RECURSOS PARA INOVAÇÃO

Unisinos é contemplada com R$ 13,8 milhões em projetos da Finep de parques tecnológicos

Universidade foi a melhor colocada no Rio Grande do Sul e a segunda no País

Por Adriana Tauchert
Publicado em: 05.08.2022 às 15:03 Última atualização: 05.08.2022 às 17:51

A Unisinos foi contemplada e teve aprovado um projeto no edital da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)/Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). A confirmação pela Finep ocorreu no início da tarde desta sexta-feira (5). O projeto da Unisinos foi o melhor colocado no Rio Grande do Sul e o segundo no País, com média 4,94 e valor de R$ 13.898,894,17.

Parque deve expandir espaços empresariais em quatro anos
Parque deve expandir espaços empresariais em quatro anos Foto: Tecnosinos/Divulgação
O valor, segundo o gestor executivo do Parque Tecnológico São Leopoldo (Tecnosinos) e diretor da Unidade de Inovação e Tecnologia (Unitec), Silvio Bitencourt da Silva, será empregado na expansão física do Tecnosinos e também em outras metas do parque que constam no planejamento estratégico do ciclo 2022/2026, lançado pela governança no fim de junho.

A atração de 30 novas empresas e startups e a expansão de 15 mil metros quadrados de espaços empresariais, no próprio campus, estão entre as metas do Parque Tecnológico São Leopoldo (Tecnosinos) até 2026 - assim como criar quatro novos centros de pesquisa e desenvolvimento.

Durante a apresentação do planejamento estratégico, em junho, Bitencourt ressaltou que a internacionalização é um ponto importante do planejamento estratégico do Tecnosinos. "Seja com a presença de unidades ou centro de P&D globais que estão no Brasil ou locais, além de oportunidades de softlanding, um programa para empresas que desejam expandir para um novo mercado de forma controlada, aproveitando o conhecimento e a experiência do parceiro local, o que minimiza os riscos e altos investimentos", explicou, ressaltando que o programa de softlanding pode atrair startups locais que queiram explorar mercados internacionais ou startups estrangeiras que queiram atuar em mercados brasileiros. "Esta é uma das iniciativas deste plano na busca pela maior internacionalização."

Atualmente, o Tecnosinos conta com 110 empresas, entre consolidadas e startups, e a meta é chegar a 2026 com 140. Além do Brasil, seis outros países estão representados no parque: Alemanha, Coreia do Sul, Holanda, Índia, Suécia e Suíça. A governança do Tecnosinos é compartilhada entre Unisinos, prefeitura de São Leopoldo, a Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo (Acist-SL) e a Associação das Empresas do Polo de Informática de São Leopoldo.

Edital da Finep

No total, o edital Parques Tecnológicos da Finep, lançado em dezembro do ano passado, irá destinar R$ 320 milhões de recursos não reembolsáveis do Fundo Verde Amarelo a projetos de parques em implantação ou em operação. O objetivo é incentivar o desenvolvimento tecnológico local e regional, o aumento da competitividade e a interação entre empresas e instituições de Ciência e Tecnologia, além de promover ecossistemas de inovação. Segundo a Finep, são levados em conta na análise, a capacidade em P&D dos parques, seu portfolio de novos produtos, o conjunto de empresas âncoras e a integração empresarial, bem como sua capacidade de atração de investimentos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.