Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região LUTO

Artistas da região publicam homenagens pela morte de Jô Soares

Apresentador morreu aos 84 anos no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na madrugada desta sexta-feira

Por Susi Mello
Publicado em: 05.08.2022 às 13:34 Última atualização: 05.08.2022 às 14:56

Lembranças especiais do apresentador, ator e humorista Jô Soares, que morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84, foram enaltecidas por profissionais ligados à cultura na região. A atriz Bárbara Paz, de Campo Bom, fez uma publicação em homenagem ao Jô na rede social. "Obrigada por tudo Jô! Teus ensinamentos e tua risada ficam! Um homem inteligentíssimo engraçado humano! Vai fazer muitos falta! Aplausos e muitas risadas no Céu! Que lá vem história!!! Todo meu amor Flavinha @flavia_pedras."

Jô Soares morre aos 84 anos
Jô Soares morre aos 84 anos Foto: TV GLOBO / Zé Paulo Cardeal
O Teatro Feevale, em Novo Hamburgo, recebeu em junho de 2017, a comédia Histeria, dirigida por Jô Soares. Na ocasião, o espetáculo, escrito em 1933, marcou o retorno de Jô direção teatral.

A coordenadora do Teatro Feevale, Patrícia Scossi, também fez um post no perfil pessoal, no Instagram, com uma foto e a mensagem de despedida. "Adeus Jô, foi um privilégio ter estado com você", escreveu na legenda que exibia uma foto de 2001, quando trabalhava como assessora de imprensa.

Na época, ela divulgava artistas e escritores gaúchos e encontrou com Jô no SBT. "Foi incrível estar com ele, que é um cara grande, leve, sábio, um artista que atuou em vários papeis. Ele é a própria história da televisão brasileira. A gente não dormia sem ver o programa do Jô. O Jô me acompanha desde sempre, acompanha o brasileiro desde sempre. Algum tempo não estava mais na mídia e a gente se acostumou a não ver ele todo dia, mas a história, o legado ele deixa", declarou ao Jornal NH nesta manhã.

O ator Jarbas de Mello também lamentou a morte de Jô. "Hoje, perdemos um grande homem! Um grande pensador! e um grande artista! A sua opinião e o seu olhar sobre o mundo farão muita falta! Descanse em paz Jô. Muito obrigado por tanto", declarou.

Fernando Rodembuch, diretor da ParaNóia Produções, afirmou que Jô Soares sempre foi um exemplo de pessoa que sabia muito bem o que estava fazendo. "Sempre tive um querer muito grande por ele, de estar junto, de assistir ele. Não podia dormir sem assistir às entrevistas dele. Ele sempre foi uma pessoa muito espirituosa. Jô Soares era muito muito espirituoso. Uma das pessoas mais espirituosas que conheci. Largava piada na hora", comenta, frisando que sempre gostou e o admirou por ter muito de teatro nele.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.