Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região CULTURA

De malas prontas para o picadeiro das performances

Depois da convenção de malabares, a trupe Corpos & Sombras ganha a cena com Circo, Arte Presente

Por Alecs Dall'Olmo
Publicado em: 02.12.2021 às 03:00 Última atualização: 02.12.2021 às 08:42

Uma longa espera. Na verdade, ainda é. Nem todas as ações que movem a trupe Corpos & Sombras - teatro e circo estão de volta. Mas o grupo leopoldense conseguiu estender a lona e abrir o pano ao participar de encontros na área circense, como a quarta edição da Convenção de Malabares e Circo, que aconteceu agora em novembro, em Florianópolis; e também voltar a cena com performances ao vivo e presencial em São Leopoldo.

Filipe Farinha do grupo Corpos &Sombras em convenções e com novos projetos
Filipe Farinha do grupo Corpos &Sombras em convenções e com novos projetos Foto: Acervo pessoal/Corpos &Sombras

E nessa retomada, Filipe Farinha, um dos coordenadores do Corpos & Sombras, entre as performances, mostrou um número de equilibrismo na corda bamba, durante as festividades pelos 45 anos do Museu do Trem. Número para lembrar a instável vida de artistas, mas também intensa e plena de sonhos.

E já tem mais. A partir de hoje, ele e muitos outros artistas participam do Circo, Arte Presente, novo projeto do Instituto Estadual de Artes Cênicas do Rio Grande do Sul (Ieacen) e da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ). "Esse momento de retomada das atividades presenciais tem sido de muita cautela, pois ainda estamos pandêmicos. Além disso, após esse tempo todo parado, precisamos ter bastante atenção com nosso principal instrumento de trabalho que é o corpo", destaca ele.

Fortalecimento

"Estamos voltando devagar aos treinos para primeiro fortalecer nossa casa, corpo, torná-lo resistente, fluido e potente novamente", avalia o artista. "Participar na Convenção de Circo de Florianópolis foi importante em vários sentidos, principalmente para reativar na memória a sensação de pertencimento a algo, a um movimento, a essa família que é a classe circense. Serviu também para despertar a chama da criatividade que esteve desassistida em função da luta e das articulações referente à implementação da Lei Aldir Blanc. Precisamos fomentar eventos como foi a Convenção de Floripa, aqui no nosso Estado, voltei de lá renovado, qualificado e inspirado", ressalta.

O Circo, Arte Presente já é uma dessas ações. Do dia 2 a 7 de dezembro, estaremos participando do seminário realizado pelo Ieacen e CCMQ, Circo, Arte Presente, no qual fiz a curadoria juntamente com meus colegas de setorial do circo Consuelo Valandro e Vanessa Bonaldo", conta Filipe.

Novas ações e projetos em preparação

A trupe é responsável por ações importantes de ocupação culural, como o Palco Aberto, que é referência em arte na região e capital. Claudia Severo, também da coordenação do Corpos & Sombras, destaca que o grupo já trabalha em uma nova ação do projeto Eu Mulher, pesquisa e criação fruto do isolamento, para o início de 2022. Também na agenda o retorno em breve do projeto Circocicleta, que percorre diferentes bairros da cidade. Retorno também sendo preparado para as performances Andarilha Urbana, Sujeito Oculto e Jacobina.

Edital, novo espetáculo e chapéu virtual aberto

O seminário Circo, Arte Presente é um espaço para refletir e propor debates sobre questões que envolvem o universo circense no Estado. O projeto terá em sua programação, por exemplo, uma série de masterclasses com conteúdos digitais com profissionais referências da área, que serão lançados em canal do Youtube do Instituto no dia 3. Outra ação importante, segundo Filipe, foi o lançamento nesta semana do Edital Sedac nº 16/2021 FAC das Artes de Espetáculo.

A íntegra do texto está disponível no site do Pró-cultura RS. "É uma oportunidade, se formos contemplados, de conseguirmos dedicar nossos esforços para a renovação do nosso repertório e montagem do nosso novo espetáculo: Bardoneiros e a Dona Água. Entretanto, independente do edital, estamos trocando ideias, gerando e pesquisando possibilidades de criação. Nosso chapéu virtual continua aberto 24 horas por dia pela chave pix chapeuvirtualfar@gmail.com na intenção de levantar recursos para essa nova montagem, além da manutenção e continuação do nosso repertório."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.