Publicidade
Notícias | País Pandemia

Chapecó tem salto nos casos de Covid-19 e pacientes são transferidos por falta de leitos

De janeiro até domingo 121 pessoas já foram transferidas por falta de leitos de UTI em Chapecó

Publicado em: 15.02.2021 às 13:06 Última atualização: 15.02.2021 às 13:06

Neste domingo (14) Um paciente de 68 anos foi removido de Chapecó para Itajaí, por uma aeronave do Corpo de Bombeiros Militar Foto: CBMSC / Divulgação

O município de Chapecó, no oeste de Santa Catarina, vive um dos momentos mais difíceis no enfrentamento a pandemia de Covid-19. Segundo dados da prefeitura, de janeiro até domingo 121 pessoas já foram transferidas por falta de leitos de UTI em Chapecó.

De acordo com o governo do Estado de Santa Catarina, na manhã deste domingo (14), dos 53 testes realizados no município, 73% deram positivo para a Covid-19. Nos últimos dias, os atendimentos em Chapecó passaram de 250, em média, para mais de 700, nos dois ambulatórios de Campanha e UPA 24h.

Diante do aumento de casos de Covid-19 e alta taxa de ocupação de UTI's, o governador Carlos Moisés determinou neste domingo (14) a instalação de um gabinete de crise em Chapecó para tratar das ações de enfrentamento à doença. Os secretários da Saúde, André Motta Ribeiro, e o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, estarão no município nesta segunda-feira (15) para definir as ações e como reforçar ainda mais o apoio do Governo do Estado na região. O governador Carlos Moisés, que deve ir a Chapecó na terça-feira, 16.
Segundo o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, o presidente Jair Bolsonaro ofereceu ajuda ao município. “O presidente Bolsonaro me ligou, conversamos, ele me pediu o que preciso em Chapecó, eu apontei algumas necessidades, e ele me disse que tudo o que eu precisar o governo vai providenciar e o pessoal do Ministério da Saúde estará entrando em contato conosco. É uma ação muito forte no sentido de abrir mais leitos de UTI e de enfermaria”, disse Rodrigues. 

Em transmissão via redes sociais, neste domingo, João Rodrigues e o diretor do Hospital Regional do Oeste, Osmar de Oliveira, acompanhados dos diretor técnico da Secretaria de Saúde, João Lenz, disseram que a intenção é colocar em funcionamento mais 28 leitos no Hospital Regional do Oeste. O Hospital já tinha 35 leitos e, graças aos 15 respiradores enviados pela secretaria de Saúde do Estado, já ativou mais cinco e outros respiradores foram utilizados em leitos em outros setores do hospital, somando 63 leitos de UTI em funcionamento.

De acordo com dados divulgados pela Prefeitura de Chapecó nesta segunda-feira (15), o município tem 157 óbitos e um acumulado de 19.019 casos de Covisd-19 confirmados. No total, 158 pessoas estão internadas na cidade, 57 delas na UTI.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.