Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Novo Hamburgo SINDICÂNCIA

Comusa investiga uso irregular de veículos em Novo Hamburgo

Funcionários da Companhia são suspeitos de utilizar os veículos da empresa para realizar viagens em aplicativos

Publicado em: 01.12.2021 às 19:12

Carros da Companhia Municipal de Saneamento (Comusa) de Novo Hamburgo teriam sido usados por funcionários de carreira para fazerem corridas em aplicativos de transporte. A denúncia chegou aos diretores da Companhia há cerca de 60 dias, quando foi aberta uma sindicância para investigar o caso. Segundo a informação oficial do órgão, algum funcionário, no caso, servidor de quadro, teria cadastro em site de carona.”

Como se trata de um procedimento interno, a Comusa mantém os detalhes em sigilo, e não revela quais os prazos para concluir as investigações. Mas, uma fonte ouvida pela reportagem do Jornal NH, revelou como funcionava o esquema. De acordo com ele, 12 funcionários cadastraram carros da Comusa no aplicativo Carona.

De acordo com a fonte ouvida pelo NH, que pediu para não ser identificada, para o esquema funcionar era necessário a participação de diversos servidores. Isso acontecia porque as viagens pelo aplicativo eram feitas no horário do expediente, com o carro da Comusa. Para evitar que fossem flagrados, as caronas aceitas pelos motoristas em horário de serviço eram de colegas de trabalho, que estavam na sede da empresa.

A denúncia sobre o caso foi apresentada pela Comusa há cerca de 60 dias, quando foi instalada a sindicância interna. Desde então, as viagens irregulares teriam parado, e alguns funcionários já teriam sido afastados de parte de suas funções. A Comusa não confirma o afastamento de nenhum funcionário.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.