Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Distanciamento Controlado

São Leopoldo planeja entrar com recurso para voltar à bandeira laranja

No mapa preliminar divulgado nesta sexta (4), a região foi classificada como bandeira vermelha novamente

Por Priscila Carvalho
Publicado em: 04.12.2020 às 20:47 Última atualização: 04.12.2020 às 20:48

A 31ª rodada do Distanciamento Controlado divulgada pelo governo do Estado, no início da noite desta sexta-feira (4), trouxe a confirmação de que os blocos intermunicipais da Região de Novo Hamburgo (R07), que inclui São Leopoldo e Portão, e da Região de Canoas (R08), que agrega Sapucaia do Sul, Esteio, e Capela de Santana, foram classificados com bandeira vermelha, novamente – assim como grande parte do Estado.

Entre as 21 regiões, apenas a de Taquara não foi classificada com alto risco epidemiológico, restando em bandeira laranja, de risco médio.

A cor predominante do mapa preliminar reforça o alerta emitido há semanas pelo governador Eduardo Leite, devido à mudança do cenário de estabilização para aumento de internações por Covid-19 no Estado, e que foi ampliado por meio de decreto, onde a cogestão foi suspensa por 14 dias.

Recurso

Desta vez, porém, o prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, disse que o Município vai entrar com recurso para tentar reverter a bandeira vermelha no mapa definitivo, que é divulgado às segundas-feiras. Conforme ele, a ideia é comunicar o Estado, apresentando os dados técnicos que a Prefeitura dispõe. “O município vai entrar com recurso para poder mostrar os dados e dar possibilidade de voltar para bandeira laranja”, enfatizou.

Municípios e associações podem enviar pedidos de reconsideração ao mapa preliminar para o governo até as 6h de domingo (6). Depois de analisados pelo Gabinete de Crise na segunda-feira, receberão as bandeiras definitivas, vigentes de 8 a 14 de dezembro.

Equipamentos interditados

Nesta sexta-feira (6), a fim de reduzir a disseminação do coronavírus, a Prefeitura de São Leopoldo voltou a isolar equipamentos em praças e parques da cidade. “As medidas que a gente tomou são para tentar diminuir a circulação de pessoas nesses espaços públicos, que não acarretam na questão econômica, principalmente nesse período de fim de ano. São para ajudar a evitar aglomerações”, disse Vanazzi. “Ela está alta (a taxa de contaminação), mas dentro de um controle que temos e mantemos”, acrescentou, voltando a pedir a colaboração da comunidade e incentivando o uso de máscara e álcool gel. O prefeito também ponderou que a força-tarefa aumentará as ações de fiscalização no município.

Pela região

Nas cidades da região, os prefeitos devem manter os protocolos adotados nesta semana. Em Sapucaia do Sul, o prefeito Luis Rogério Link, disse que já esperava uma nova bandeira vermelha, pois a situação é crítica nos hospitais da região. “Continuaremos seguindo todos os protocolos do Estado”, frisou.

Já em Esteio, o prefeito Leonardo Pascoal disse que vai manter os protocolos de bandeira laranja – mesmo que a região esteja na bandeira vermelha –, assim como fez esta semana.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.