Notícias | Eleições 2020 Decisão judicial

Justiça nega à coligação São Leopoldo Acima de Tudo suspensão de pesquisa eleitoral

Pesquisa da empresa RealTime Big Data divulgada pela coligação São Leopoldo em Primeiro Lugar teve parecer judicial que atestou que o material está de acordo com as exigências da legislação

Publicado em: 22.10.2020 às 21:09

 Nesta semana, a Justiça Eleitoral de São Leopoldo indeferiu o pedido de suspensão da divulgação da pesquisa eleitoral realizada pela empresa RealTime Big Data e divulgada pela coligação São Leopoldo em Primeiro Lugar (Cidadania, MDB, Progressistas, PSDB, PSC, PTC, Avante). O pedido feito pela coligação São Leopoldo Acima de Tudo (DEM, PRTB, PSD, PSL) questionando a pesquisa acabou sendo negado na Justiça Eleitoral, que deu parecer favorável ao material que atende as exigências da legislação.

Erro de autoria

Ao contrário do que a coluna Sabe-Tudo publicou na edição desta quinta-feira (22), a ação ajuizada na Justiça Eleitoral de São Leopoldo questionando a divulgação da pesquisa por parte da coligação São Leopoldo em Primeiro Lugar (Cidadania, MDB, Progressistas, PSDB, PSC, PTC e Avante) é de autoria da coligação São Leopoldo Acima de Tudo (DEM, PRTB, PSD, PSL), e não da Coligação Nosso Trabalho Constrói o Futuro (PT, PDT, PSB, PCdoB, PP e Republicanos).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.