Publicidade
Notícias Pandemia

Leite anuncia suspensão da venda de itens não essenciais em supermercados

Medida busca reduzir aumento de casos e frear contaminação da Covid-19 no Rio Grande do Sul.

Por Joceline Silveira
Publicado em: 05.03.2021 às 19:05 Última atualização: 05.03.2021 às 21:28

Leite em Live nesta sexta-feira Foto: Governo do RS/Reprodução

O avanço da pandemia da Covid-19 e a alta taxa de ocupação nos leitos do Estado foram pontuadas pelo governador Eduardo Leite, ao anunciar, no início da noite desta sexta-feira (5), a suspensão da venda de itens não essenciais em supermercados. A medida, que visa evitar aglomerações nos estabelecimentos, passa a valer a partir desta segunda-feira (8) e os locais que não cumprirem sofrerão sanções.

Com isso, os supermercados só poderão comercializar produtos de alimentação, higiene e limpeza. Os demais itens, somente por tele-entrega, como já ocorre para serviços não essenciais.

"Não é apenas uma questão concorrencial, é, também, uma forma de buscar reduzir as aglomerações nos supermercados. Eles estão abertos pela essencialidade dos produtos que vendem e por isso eles precisam seguir abertos, mas os itens não essenciais não devem ser vendidos", explicou Leite.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.