Publicidade
Opinião Opinião

Todos precisamos da vacina

Por Cláudio Brito
Publicado em: 21.10.2020 às 06:05 Última atualização: 21.10.2020 às 12:55

Estabeleceu-se uma guerra desnecessária, equivocada e estúpida, motivada por interesses políticos e nada envolvida com a razão que deveria ser a única a nos interessar, a saúde pública. Refiro-me ao desarrazoado embate entre os que defendem a obrigatoriedade da vacinação e os que se manifestam pela oferta "ao talante do freguês". Certos estão médicos e outros cientistas que ajuizadamente declaram: "não será preciso obrigar as pessoas a se vacinarem, porque todos estão esperando e querendo muito a vacina contra o coronavírus". Na verdade, tenhamos consciência do quanto precisamos da vacina para encontrarmos a paz do novo normal. Os desleixados com as normas do distanciamento social e as medidas profiláticas, como a higienização constante e o uso de máscaras, só com a vacina deixarão de infectarem-se e também infectarem aos demais.

É bem isso o que importa. Há extrema necessidade de uma vacina ou várias, já que há mais de uma centena de pesquisas e testes em andamento pelo mundo. Em fase adiantada estão os projetos nos Estados Unidos, na China, na Rússia e na Inglaterra. Há parcerias de entidades brasileiras com todos os programas, mais ou menos avançados.

Quando uma vacina estiver aprovada, a Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - poderá adotá-la para o Brasil inteiro usar. E sabemos que a fila será imensa. A discussão em torno da obrigatoriedade será despicienda, inútil e muito fora de propósito. Obrigatório deverá ser o fornecimento. O Governo Federal terá que cumprir sua grave missão de oferecer a oportunidade de nosso povo safar-se de uma pandemia que, em outros lugares do mundo, já experimenta uma segunda onda de infecções. Que venha logo a vacina salvadora. Estarei bem cedo na fila.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.