Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Na serra

Crime de tortura contra funcionário surdo em supermercado é investigado pela Polícia Civil

Caso teria sido praticado por dois colegas da vítima em Caxias do Sul

Última atualização: 09.10.2019 às 12:45

Conforme relatos da mãe do jovem, ele era constante alvo de brincadeiras abusivas Foto: Reprodução

Dois homens são investigados pela Polícia Civil por crime de tortura e injúria em Caxias do Sul. A prática, que foi gravada em vídeo e divulgada por meio de um aplicativo de mensagens, teria ocorrido em um supermercado da cidade, no dia 26 de setembro, contra um colega dos dois suspeitos, que é surdo. A vítima tem 22 anos, conforme informa o Correio do Povo. 

Nas imagens, o jovem está com as mãos amarradas com tiras de plástico em uma escada dentro do estabelecimento. A ocorrência foi registrada pela mãe da vítima, que ficou sabendo do caso por conta do vídeo, e contou aos policiais, que no decorrer dos cinco anos que o jovem trabalha no mercado, sempre foi alvo de piadas e brincadeiras maldosas, além de sofrer agressões frequentes.

O Grupo Andreazza lamentou, por meio de uma nota, todo o ocorrido, manifestando total repúdio ao ato cometido pelos funcionários. O grupo afirmou, também, que a responsabilidade pelo fato já foi apurada e os suspeitos já foram desligados da empresa, assim como foi prestada solidariedade e suporte ao funcionário vitima da violência dos colegas, e à família dele. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.