Publicidade
BAH!rulho

Arnaldo Baptista celebra aniversário recebendo versões de sua obra solo

Por André Heck

Arnaldo Baptista completou 72 anos no dia 6 de julho Foto: Fabiana Figueiredo/Divulgação
O ex-Mutantes Arnaldo Baptista completou 72 anos no dia 6 de julho. Para celebrar a data, alguns fãs, amigos e músicos gravaram vídeos com versões de sua obra solo pós-Loki?, o que resultou na Homenagem Arnaldo Baptista 7.2. Multinstrumentista, compositor, escritor e artista visual, Arnaldo Baptista é um dos nomes mais influentes da música brasileira. “Estou adorando os filmes. Puxa! Eu não mereço vocês”, agradeceu Arnaldo.

Os álbuns foco desse primeiro momento foram Singing Alone, Elo Perdido, Elo Mais Que Perdido, Faremos Uma Noitada Excelente, Let it Bed e Disco Voador, disponíveis em todas as plataformas streaming. O clássico Loki? ganhará uma edição especial, no futuro, em projeto semelhante.

Rod Krieger, ex-Cachorro Grande, que tem atuado como parceiro na amplificação do legado de Arnaldo Baptista, fala desse projeto, que capitaneou, junto com Arnaldo e sua equipe. “Lembro quando fui convidado para fazer a primeira homenagem ao Arnaldo. De primeira, falei que estava dentro, mas que ficaria muito feliz se tocasse apenas músicas da obra pós o Loki?. A sintonia se deu na hora. Uma das experiências mais incríveis que já aconteceu na minha vida foi tocar aquelas canções com o Arnaldo sentado na primeira fila. Enquanto estava no palco, pensei: 'todos os fãs deveriam ter essa experiência'. Fico feliz em saber que muitos realizaram essa façanha, mesmo que virtualmente. Viva o Arnaldo Baptista e muito obrigado por compôr a trilha sonora de minha vida.”

John Ulhoa, que produziu o álbum Let It Bed (2004), Bruno Duprat e Los Borges são alguns dos nomes que participaram do projeto. John Ulhoa, do Pato Fu, interpretou To Burn Or Not To Burn. "É uma das minhas favoritas do Let It Bed, que tive a alegria de produzir. Me lembro do processo do Arnaldo na gravação, compondo camadas a partir do baixo. Fiquei com vontade de fazer algo parecido, mas usando só o baixo. Experiência divertida, registrei e editei a brincadeira toda em vídeo, imaginando que o Arnaldo ia curtir a doideira. Tomara que sim! Viva Arnaldo!”

Bruno Duprat, neto do maestro Rogério Duprat, regravou Fique Aqui Comigo, do álbum Elo Perdido. “O Arnaldo moldou minha percepcao do que e ser musico/compositor, um mestre para mim. Fique Aqui Comigo e, sem duvida, uma de suas musicas mais lindas e me toca profundamente. A escolha das palavras e excepcional. Feliz aniversario Arnaldo!” Já Los Borges interpretoui Cacilda, do Let It Bed. “Quando soubemos da possibilidade de fazer parte de uma homenagem ao Arnaldo, conversamos bastante para escolher a musica que iriamos interpretar. E esse bate papo e pesquisa acabou revivendo na gente todos os seus discos e musicas. So essa sensacao ja trouxe uma otima experiencia pra nos. E uma grande honra e uma alegria imensa pra gente poder participar desse momento.” Se liga aí:

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.