Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

Tecnologia
Transtorno

Como um drone fechou o aeroporto de Congonhas

Alguns voos que iam para a capital paulista tiveram que ser desviados entre as 20h15 e as 22h30
13/11/2017 00:17 14/11/2017 18:35

Reprodução/Força Aérea
Drone, em imagem de arquivo. Um aparelho voador não tripulado, de modelo não especificado, teria sido o responsável pelo fechamento do aeroporto de Congonhas na noite deste domingo

(Com informações da Agência O Globo)

A Polícia Federal vai abrir um inquérito para investigar a origem do drone que invadiu a pista do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na noite deste domingo, interrompendo as operações do terminal por cerca de duas horas e obrigando o desvio de 34 voos para os aeroportos de Guarulhos, Campinas, Ribeirão Preto, Galeão e Curitiba.

A PF informou o inquérito será instaurado pela Delegacia da Polícia Federal de Congonhas "com objetivo de identificar o objeto e o responsável por ele", para investigar o crime previsto no artigo 261 do Código Penal, que trata exposição a perigo de "embarcação ou aeronave, própria ou alheia", ou prática de "qualquer ato que impeça ou dificulte navegação marítima, fluvial ou aérea". As penas previstas são de dois a cinco anos de prisão.

Sobre o incidente de domingo a Polícia Federal disse que "pilotos da aviação comercial, que deveriam pousar naquele local, visualizaram um veículo aéreo não tripulado e informaram a torre de controle". Em seguida, diz a nota, foi acionado o Centro de Operações de Emergência da Infraero, a PF e a Polícia Militar. No entanto, apesar de sobrevoo feito pelo helicóptero da PM e de buscas em terra por agentes federais, nada foi encontrado.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), reiterou que aguarda informações das forças policiais as informações sobre a identificação do autor das infrações, "para que ele também possa ser punido pela agência no âmbito administrativo". É atribuição da ANAC classificar e registrar drones em funcionamento, além de estabelecer regras sobre o seu uso e treinamento para pilotos, "quando aplicáveis". Irregularidades em relação ao cumprimento da norma da ANAC são passíveis de sanções previstas no Código Brasileiro de Aeronáutica.

O Brasil tem hoje 14.909 drones de uso recreativo e 9.386 de uso profissional cadastrados pela ANAC. No estado de São Paulo, onde fica o aeroporto de Congonhas, há 8.607 equipamentos cadastrados pela agência.

O TRANSTORNO

Alguns passageiros que passaram pelo aeroporto de Congonhas, São Paulo, na noite deste domingo (12) enfrentaram transtornos. Entre as 20h15 e as 22h30, de acordo com informações do portal G1, a pista permaneceu fechada para pousos e decolagens, por causa de um drone avistado no espaço aéreo restrito. Alguns voos previstos para pousar em Congonhas tiveram que ser desviados, e houve voos cancelados.

Passageiros a bordo de aviões que se aproximavam de Congonhas relataram pelas redes sociais que foram comunicados pelos pilotos que um drone havia sido avistado voando no espaço aéreo restrito do aeroporto, e que por segurança os aparelhos iriam adiar o pouso. Em alguns casos, os voos foram desviados para aeroportos próximos. Houve filas.

Conforme informações do G1, a Polícia Militar e até a Polícia Federal participaram das buscas pelo drone que foi avistado e por seu piloto. O resultado das buscas não foi divulgado. Às 22h30 o aeroporto foi reaberto e normalizou seu funcionamento.




Jornal VS

Tecnologia

por André Moraes
andre.moraes@gruposinos.com.br

André Moraes é editor de Tecnologia do Jornal NH. Sua experiência profissional inclui o jornalismo de divulgação científica, publicações técnicas e reportagem de tecnologia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS