Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 07/11/2015 - 08h34
Última atualização em 07/11/2015 - 15h15

Quatro mortos e quatro baleados em madrugada violenta em São Leopoldo

Entre as vítimas, está uma menor de idade de 15 anos

Renata Strapazzon - renata.strapazzon@gruposinos.com.br

Foto: Polícia Civil/Divulgação
São Leopoldo - A madrugada de sábado (7) foi uma das mais violentas do ano em São Leopoldo. Quatro pessoas foram mortas e outras quatro foram baleadas, uma delas ainda em estado grave no Hospital Centenário. Com os quatro assassinatos consumados nesta madrugada São Leopoldo já soma 91 homicídios registrados só em 2015.
 
De acordo com a Polícia Civil, a primeira morte foi registrada por volta meia-noite, na rua Reinaldo Kolling no bairro Scharlau.
 
Segundo informações preliminares um homem, ainda não identificado teria sido morto com dois disparos de arma de fogo, que o atingiram o rosto e uma das pernas. Os autores do homicídio, que seriam apenados do regime semiaberto já foram identificados pela polícia, que agora trabalha para investigar o motivo e as circunstâncias do crime.
 
Já por volta das 6 horas, outro homicídio foi registrado, dessa vez no bairro Feitoria. Everton Cavalheiro Fortes, 23 anos, conhecido como Bibi, foi morto com três tiros na Rua Edmundo Antonio Bins. Outras três pessoas foram baleadas e duas delas seguem em atendimento no Hospital Centenário. Segundo a Polícia Civil Everton teria ido a uma festa  onde foi cercado por diversos desafetos, vindo então a fugir para a via pública.
 
Do lado de fora, no meio da rua, foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo no rosto, vindo a óbito no local. Outros três homens também foram baleadas durante o tiroteio. Um deles, de 23 anos, atingido por pelo menos três tiros na coluna corre o risco de ficar paraplégico. O outro, de 22 anos, com um disparo na altura da coluna cervical também segue em atendimento. Outro, de 24 anos, que sofreu um tiro de raspão no braço, foi atendido no HC e liberado. 
 
Duas mortes em confusão após saída de baile funk 
 
Às 6h01, na Rua Arno Ricardo Schneider, no Arroio da Manteiga, foram três baleados, dois deles, incluindo uma menor de idade de 15 anos e Gilson Gilberto Jubelle, de 26 anos, morreram no local. A outra vítima, de 22 anos, está internada em estado grave no Hospital Centenário.
 
Conforme informações da Polícia Civil com base em relatos de testemunhas, um grupo de aproximadamente 10 jovens teria saído de um baile funk, localizado na Avenida Henrique Bier. No caminho teriam encontrado um veículo Fiat uno estacionado em via pública, que estava sem gasolina, e passaram a empurra-lo gritando " o carro é nosso, o carro é nosso".  Segundo relato moradores os vizinhos próximos alertaram o dono do veículo, que por sua vez saiu armado de sua residência e foi a pé até o seu veículo que estava sendo empurrado.
 
O proprietário, Gilson Jubelle, intimou os jovens para empurrarem o veículo de volta ao lugar que este estava, porém houve uma discussão, Jubelle atirou contra o grupo de jovens, atingido a jovem de 15 anos e um homem de 22. Um dos jovens do grupo também estava armado e disparou contra Jubelle, ferindo-o com um disparo de arma de fogo na região do abdômen. 
 
Baleado, Jubelle correu em direção à sua residência e veio a tombar no caminho. Um mulher que estava passando de carro no local foi rendida pelo grupo de jovens tendo uma arma apontada e exigido que ela entregasse o veículo, porém a mesma se prontificou a socorrê-los até o Hospital Centenário. Junto ao corpo Jubelle, a polícia encontrou   um revólver calibre 38. No tambor do revolver foram encontrado 5 cartuchos, 4 deflagrados e 1 intacto.
 
Denúncias 
 
Denúncias e informações sobre os crimes podem ser repassadas à Delegacia de Homicídios pelo WhatsApp 8590.0522  
 
 
 
 
 
 

Publicidade